BrasilNews

Polícia Militar espanca youtuber Guigo Kieras até deixá-lo inconsciente

0

O último sábado era pra ter sido apenas de alegria para o youtuber LGBT Guigo Kieras, que foi aproveitar a saideira do carnaval com amigos mo bloco de carnaval da cantora Claudia Leitte em São Paulo.

Quando caiu uma forte tempestade que acabou interrompendo o show, ele e seu amigo João Henrique Félix tentaram se abrigar em uma marquise de uma churrascaria pelo local. No momento, foram impedidos grossamente pela polícia, que se abrigava ali e exigiu exclusividade do uso do espaço (público, diga-se de passagem).

Sem contrariar as autoridades, ambos se dirigiram a uma árvore que estava a cerca de um metro e meio de distância de um dos policiais e ficaram abraçados se protegendo da tempestade. Irritado com a proximidade da dupla que tinham acabado de expulsar da marquise, um dos PMs já chegou se dirigindo a eles com cassetete os ameaçando caso não saíssem dali.

Guigo questionou o motivo já que eles não estavam atrapalhando em nada. Sem paciência e visivelmente irritada, a PM (sim, vários dos policiais) partiu pra cima dos dois.

João chegou a ser atingido e teve ferimentos, mas conseguiu correr de lá. Guigo não teve a mesma sorte e não apenas foi atingido como foi covardemente arrastado pelo grupo de policiais até um beco, onde, escondido do público entre viaturas da PM, foi espancado pelas autoridades até ficar desacordado por um mata-leão dado por um dos cinco policiais que o agrediu entre chutes, socos e golpes de cassetete.

O que motivou o ataque? Nem Guigo sabe explicar. Sabe-se entretanto que ele estava próximo a PM com seu namorado Saulo Siqueira anteriormente enquanto curtiam o show de Claudia Leitte, e logo após a chuva, como com o amigo João, com quem na hora da tempestade dividiu a árvore a abraçou se protegendo do frio e chuva.

Homofobia? Não ficou explícito ao menos o suficiente para se poder fazer uma acusação formal e comprovada, entretanto nem as vítimas e nem a própria polícia, procuradas pela reportagem do G1, souberam explicar a razão de tanto ódio dos policiais.

Vale lembrar que, embora tanto o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, quanto o governador de São Paulo, João Dória, incentivem a PM a matar em suas campanhas achando que violência é solução para violência, a corporação é paga para proteger o cidadão, e segundo seu próprio e principal juramento, honrar a vida.

Tanto João quanto Guigo tiveram hematomas e machucados por todo o corpo. O youtuber ainda teve a boca rasgada por um soco dado pelo policial.

A vítima afirma que em nenhum momento foi oferecido qualquer desacato ou resistência às autoridades: “Me recordo de antes de desmaiar, pedir ao policial para que por favor não me matasse”, lembrou Guigo.

O que a polícia militar não contava, é que Guigo é conhecido nas redes sociais, somando mais de 150 mil seguidores em seu Instagram.

Sendo assim, em menos de 24 horas, tendo que ter feito uma cirurgia plástica na boca, tomografia, Boletim de Ocorrência e exame de corpo de delito, a denúncia do caso entre seus seguidores e amigos famosos, tomou proporções inesperadas, rendendo em apenas um dia, matéria no fantástico e a solidariedade de famosos como Pabllo Vittar, Claudia Leitte, Pepita, dentre muitos outros.

Papo G com Lucas Trivilato – Mister Bum Bum

Previous article

Baile de Máscaras – Pós Carnaval – Lê Maison dês Hommes

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *